Arigurte

Cafeicultores serão beneficiados com construção de local para armazenagem de agroquímicos

Vacinas

Uma ação da Plataforma Global do Café em parceria com a Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural – Emater Rondônia, promoverá a construção de unidades de armazenamento de agroquímicos, em propriedade da agricultura familiar. Com a construção das unidades, cerca 16 cafeicultores serão beneficiados. A ação faz parte do Termo de Cooperação Técnica ajustado entre a Autarquia e o Programa de Café Sustentável, que nos últimos anos tem fortalecido e tecnificado a lavoura cafeeira de Rondônia.

Compromisso do produtor com a mão de obra e manutenção da unidade

O recurso financeiro para construção das unidades será oferecido pela Plataforma Global do Café, no valor máximo de R$ 1.800,00 por unidade, para compra de materiais como tijolos, telhas, cimentos, areia, porta, entre outros; e repassados diretamente aos estabelecimentos que ofereçam o orçamento mais baixo. Esse orçamento será feito pelos próprios produtores em lojas de material de construção local.

As 16 unidades serão construídas na propriedade dos agricultores cuja atividade esteja afinada com a temática de sustentabilidade da Plataforma Global do Café, a fim de incentivar os cafeicultores na prática do manejo e armazenamento adequados de produtos agroquímicos. O engenheiro agrônomo da Emater/RO, responsável por coordenar e acompanhar a execução do programa no Estado, Fausto Lima Farias de Souza explica a importância desse projeto para a cafeicultura. “Recentemente, nós tivemos um encontro onde os nossos técnicos discutiram o uso racional desses produtos, a fim de mitigar seus efeitos nocivos na cafeicultura”, afirmou.

O governador Marcos Rocha tem incentivado a produção de café com tecnificação e sustentabilidade no Estado, tanto que, através do programa Plante Mais, determinou a distribuição de cerca de cinco milhões de mudas de café clonal aos agricultores familiares. “O nosso café está entre os melhores do país e isso se deve ao empenho dos cafeicultores, e da assistência técnica prestada por meio das ações da Emater”, disse o governador.

A Emater/RO, que também ficou responsável em engajar os beneficiários da construção da unidade de armazenamento, fará o repasse do recurso financeiro diretamente aos estabelecimentos, conforme valor orçado. E cada produtor beneficiado deverá arcar ainda com a mão de obra para a construção da sua unidade, além de manter a estrutura conservada e a adequada utilização, que é exclusiva para o armazenamento de agroquímicos.

Vacinas

Compartilhe

Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Feito com muito 💜 por go7.com.br