Haddad anuncia programa para indústria e garante que não haverá alta no diesel

Vacinas

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, anunciou nesta terça-feira (26) que o governo deve lançar, ainda esta semana, um programa para compensar a depreciação acelerada da indústria. Ele garantiu que as perspectivas para 2024 são boas e que, mesmo com a reoneração do diesel, o consumidor não irá sentir no bolso, já que estão sendo feitos cortes superiores ao custo dos impostos cobrados.

A volta do imposto sobre o diesel será a partir de 1º de janeiro. “A Petrobras anunciou hoje um segundo corte de preço no mês de dezembro, assim, o custo cai mais do que a reoneração prevista. Se você comparar o preço do diesel que será praticado em 1º janeiro de 2024 com o valor de 1º de dezembro de 2023, ainda terá uma queda no preço mesmo com a reoneração. Não há razões para aumentar o valor para os consumidores”, afirmou.

Segundo Haddad, o compromisso com a indústria é de fazer com que os empresários possam abater do Imposto de Renda a depreciação de forma mais acelerada do que a lei permite hoje. “Os empresários vão ter um estímulo a mais para adquirir máquinas mais modernas e aumentar a produtividade da economia brasileira”, disse.

Ao fazer um balanço de 2023, o titular do Ministério da Fazenda destacou que já foram estudadas as medidas estratégicas para o próximo ano, as quais considera “muito prudentes e bem pensadas” para equilibrar 2024. Segundo o ministro, o planejamento deve ser encaminhado em breve para o Congresso Nacional, após análise do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e da Casa Civil.

“O que queremos aprovar são coisas boas para o País. Então, estamos terminando o ano com bons indicadores em todos os aspectos: emprego, inflação, câmbio, juros, tudo convergindo para o patamar que desejamos. Esse é o fruto de um trabalho que tem que ter continuidade com transparência, capacidade de diálogo e articulação, demonstrando para sociedade o que está sendo seguido”, disse.

O ministro finalizou dizendo que ainda há um caminho a ser trilhado. “Não está terminado o trabalho da Fazenda para colocar ordem naquele caos que foi herdado do ano passado para cá. Temos que continuar”, finalizou.

Vacinas

Compartilhe

Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Feito com muito 💜 por go7.com.br