950x250

‘Sentiu como se a lesão fosse nele mesmo’, diz Fernández sobre pisão de Marcelo

Vacinas

Após a partida, encerrada com um empate por 1 a 1, o experiente defensor não pôde dar entrevistas por causa da expulsão, conforme determina a regra da Conmebol, mas seus companheiros relataram o que viram no vestiário.

Aimagem do pisão de Marcelo no zagueiro Luciano Sánchez impressionou a todos que assistiam ao embate entre Fluminense e Argentinos Juniors, pela Libertadores, na noite de terça-feira, mas poucos ficaram tão impactados como o próprio lateral-esquerdo tricolor. Após a partida, encerrada com um empate por 1 a 1, o experiente defensor não pôde dar entrevistas por causa da expulsão, conforme determina a regra da Conmebol, mas seus companheiros relataram o que viram no vestiário.

“Como se viu, Marcelo é do tipo que não gosta nada de lesionar alguém assim, porque somos todos companheiros. Creio que o Marcelo demonstrou também a pessoa que é, ele sentiu como se a lesão fosse nele mesmo”, disse Léo Fernández. “É um acidente, infelizmente. A gente espera uma pronta recuperação para o atleta adversário. E o Marcelo está com a cabeça boa, sabendo que foi sem querer. É bom ele saber que foi sem querer”, completou Felipe Melo.

Houve, ainda, espaço para reclamações. O técnico Fernando Diniz considerou a expulsão “absolutamente absurda”, diante do fato de o lance claramente não ter sido intencional. “Vou fazer uma metáfora. Para mim, é a mesma coisa que quando tem alguém trafegando na avenida, a pessoa atravessa no sinal verde, e a culpa é do motorista. O Marcelo estava driblando e não tinha onde colocar o pé”, defendeu o treinador do Fluminense e interino da seleção brasileira.

O pisão ocorreu enquanto Marcelo fazia um movimento de drible, jogando a bola do pé esquerdo para o direito. Sánchez tentou fazer a interceptação e acabou sendo atingido pelo pé esquerdo do jogador do Fluminense, que pousava no chão. O lateral brasileiro aceitou o vermelho e saiu de campo chorando. Após exames, foi constatada uma luxação no defensor do time argentino.

Marcelo foi ao vestiário ao fim da partida para se desculpar, mas Sánchez estava no hospital. Por isso, usou as redes sociais para enviar uma mensagem. “Hoje vivi um momento muito difícil dentro de campo. Sem querer, machuquei um companheiro de profissão. Quero te desejar a melhor recuperação possível, Luciano Sánchez. Toda força do mundo!”, disse.

O perfil oficial do Argentinos Juniors respondeu e demonstrou respeito pela postura do jogador. “Somos rivais, não inimigos. Obrigado Marcelo e Fluminense pela preocupação”, escreveu. “O futebol é maior, Força, Sánchez”, respondeu a página oficial do Fluminense.

Vacinas

Compartilhe

Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Feito com muito 💜 por go7.com.br